25 de outubro de 2014

Como uma virgem...


  Olá, meu povo! Após um maravilhoso mês de Outubro, eu estou de volta ao blog. Outubro foi um mês muito bom para mim. Tivemos (e ainda está ocorrendo) o Círio de Nazaré, uma comemoração em homenagem à Maria, mãe de Jesus, aqui em Belém, já famosa no Brasil e no restante do mundo. Só posso dizer que foi incrível participar mais um ano, ainda mais agora que a minha fé está em crescimento. 

  Agora também se aproxima a apresentação do "meu" musical (dia 30), e hoje ainda apresentei outro, como trabalho da feira cultural desse ano, mostrando a evolução dos Direitos Humanos através do século XX - e só posso dizer que todo mundo gostou, mesmo com todas as dificuldades e estresses que vieram com ele! Agora tenho que fazer um trabalho de física sobre imponderabilidade e microgravidade e estudar pras provas finais e pro Prise. Coisa pouca. T_T

  Desculpem ter falado da minha vida por dois parágrafos, mas acho que esse é o objetivo do blog. Desculpem mesmo assim. O assunto da vez é Cristina Scuccia, uma irmã da congregação da Ursulinas da Sagrada Família. Ela venceu o The Voice italiano recentemente, impressionando o mundo e dividindo opiniões em todo lugar. Poucos dias atrás, ela lançou uma versão de Like a Virgin, da Madonna, alterando completamente o sentido da canção. Agora ela está muito gostosa de se ouvir, ainda mais na linda voz da Cristina - agora eu finalmente prestei atenção à essa letra. É demais! Ouçam:


  Incrível como toda a música muda, não? A irmã Cristina tem feito um ótimo trabalho evangelizando com a sua voz, mas existe gente que pensa diferente. Bispos italianos acharam uma afronta de Cristina cantar algo que fora desprezado severamente pela Igreja na época do seu lançamento. E como ela tem que gravar um álbum, as críticas aumentam ainda mais. Curioso como algo tão aceito no Brasil como a música cristã vender, pode ser tão desprezado lá fora. Ela já até veio por aqui, trabalhar com crianças de rua, uns anos atrás. E, diferente do que alguns pensam, ela ainda mantém seu voto de pobreza, castidade e obediência renovados. Se gostaram da voz dela, recomendo verem essa batalha (principalmente o fim), em que ela canta Girls Just Want to Have Fun - que vozeirão!

  Agora quero saber de vocês. O que acham disso? Até logo, porque os posts por aqui vão voltar a ficar mais frequentes. Um abraço em cada um de vocês. <3

Um comentário:

  1. Nossa! Nunca pude pensar que uma freira -sem nenhum preconceito-, CARA, e que vozeirão! Me deixou de queixo caído! WOW!

    Abraços, nat-intensivaterapia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir